quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Goivos


Goivos
  • Nome científico: Matthiola incana
  • Também conhecida por: Matióla, Goiveiros, Goiveiro-da-rocha, Goiveiro-encarnado.
  • Família:Brassicaceae
  • Semear: Março a Abril; Maio em lugar definitivo
  • Germina: 15 a 20 dias
  • Floresce: Primavera ou Verão
  • Semear: 20 cm de distância
  • Altura: 30 a 60 cm
  • Originária: Mediterrâneo, Ásia, África do Sul.
  • Prefere: Sol pleno
  • Regas: Regulares, sem excessos de água. O goivo tolera a seca
  • Aprecia: solo fértil e leve
  • Não tolera: Excessos de água. Pode levar a apodrecer os caules e folhas
  • Ciclo: Anual
  • Multiplica-se por: Semente
  • Ideal para: flor de corte, canteiros, bordaduras, vasos, taludes, etc.
  • Aroma intenso, libertado até de noite.
  • Não cobrir a semente com terra
  • As sementes surgem na planta em vagens, síliqua 1.
  • Cortar as fores velhas do goivo para prolongar a floração
  • As flores são comestíveis e utilizadas em saladas ou sobremesas
  • "As semente têm características afrodisíacas, diuréticas, estimulantes, expectorantes, tónicas, e são usadas em infusão." In. Jardimcentro

1"Síliqua: fruto seco, deiscente, sincárpico e ger. polispérmico, formado por uma cápsula bivalve, com deiscência longitudinal que se dá de baixo para cima, permanecendo fixa ao pedicelo uma lâmina que contém, em ambos os lados, as sementes; é característico das crucíferas, mas tb. presente em outras famílias"
In. Houaiss, o dicionário electrónico

6 comentários:

Maria disse...

Comprei um saquinho de sementes de goivo, flor de que gosto muito. Semeeei num tabuleiro de terra, com uns 2 cm de profundidade.
Cobri com filme plástico, deixei na marquise, que é morna e tem sol.
Nasceram, mas não se desenvolvem.
Cuidadosamente, separei-os, dando-lhes espaço.
Retirei o plástico e asperjo-os todos os dias com um borrifador.
Por favor, como hei-de semear plantas?
Tenho um enorme desgosto, uma vez que não posso comprá-las em vaso na florista, são caras.
Poderá ajudar-me com os sábios conselhos que detém?
Gostaria de semear viola odorata, esporas... flores que perfumaram a minhas infância. E de encontrar rizomas de açucena verdadeira, também designada por açucena eucarística... parece estar em extinção!
Vi um exemplar à beira de uma estrada, quando passava de carro na Madeira... mas nem nas floristas, nem no Mercado as encontrei!
Confundem-nas com Amarillis branca, em tudo diferente.
Muito obrigada!
Maria Petronilho

Susana Gonçalves disse...

Cara Maria:

Nestas coisas nem sempre há uma ciência certa, e o que resulta para uns nem sempre resulta para os outros. Eu posso dizer o que fiz para mim e o resultado.

Eu semeie os meus goivos em Maio. Sinceramente aquilo não parecia andar nem desandar durante muito tempo até que, lá para fins de Agosto, deu flor. Deu umas três ou quatro, e deixou de dar flor no mesmo mês. Agora, em Dezembro, voltou a dar flor. Apesar de ser uma anual, aqui parece estar a agir como uma bianual.
Esta planta não gosta que as suas sementes sejam enterradas, e germinam ao cimo da terra. Mas esse não parece ter sido o seu problema, pois parece ter rebentado, ou germinado. Esta é uma planta que precisa de espaço. De várias sementes germinadas, só duas ou três, a que espalhei por vasos mais espaçosos ou num canteiro largo que possuo, é que brotaram. Tudo o resto desapareceu. Não é da terra, pois eu uso terra do campo, da "rua". Só na germinação e em casos especiais uso composto. Mas não tenho regado os goivos e até tenho-os protegidos da chuva. No inverno tenho uma politica de stress. Deixo, se for preciso, muito tempo sem regar quase nada. Ou a chuva encarrega-se disso (e são flores de exterior, resistentes), ou passam um bocadinho de sede, mas não apanham bolor nem apodrecem. A humidade do ar, muitas vezes chega.Mas na casa dos meus sogros tenho uma planta de goivo no exterior, sob umas sebes e está óptimo, apenas tem muita sombra (o que até é contrário às preferências da planta).
Estando em Portugal, parece-me que esta não é a melhor altura para semear, e esse é o único motivo para não ver desenvolver os goivos. Não se preocupe, guarde umas sementinhas e volte a repetir de Abril a Maio. Ou vá mimando esses, sem muita água, e não desespere. Pode ser que espevite.
As violetas, agora só para o ano. Já devem ir tarde. Muitas minhas não resistiram à geada, mas o maior dano que tiveram, ainda foi dos meus gatos, que decidiram que aqueles tufos odorífero davam uma óptima cama. Felizmente, tenho a mania de diversificar e espalhar em várias terras e terrenos as minhas flores. Perdi as do terraço, mas ainda tenho as da frente da casa...

PS. Eu sei que cobrir com plástico é uma técnica aconselhada, mas eu nunca consegui fazer nada com isso. A Planta não respira, o saco fica cheio de "suor", humidade condensada, e a planta apodrece. Eu uso um aquário velho aberto num dos lados. Para sementeira é excelente e as plantinhas parecem adorar o calor deste método. Eu prefiro este método. Se tiver a oportunidade de ficar com um de um amigo que já não queira, ou qualquer coisa do género, é excelente para um "berçário" improvisado.

Maria disse...

Ah, os goivos, Susana!
Transplantei-os mas... desde o princípio de Fevereiro cresceram apenas 2 centímetros!
Coloquei alguns em floreiras, na varanda, e deixei outros na marquise (muita luz matinal, mas temperatura amena).
Entretanto comprei novas sementes... devo arrancar as plantículas, remexer o solo e semear de novo, deitando simplesmente as sementes na terra?
Beijinhos, desculpe esta sua incomodativa admiradora!
Maria

jeniffer disse...

Lindos !!!

http://www.gramaspardim.com.br/

Miguel Jorge disse...

Olá no https://www.facebook.com/groups/jardinarportugal/

ninguém me consegue explicar uma coisa...porque razão os meus goivos dobrados não dão sementes como os outros que dão dezenas sementes em vagens fininhas e compridas
? Obrigado

Vera Lucia disse...

Olá, parabéns pelo Blog!
Sou da empresa Gramas Primavera, conte conosco para informações sobre:
Grama natural
Grama Esmeralda
Gramas para paisagismo
Como plantar grama
Grama preço m2
Venda de grama
Comprar grama
Um grande abraço!
Cordialmente, Vera Lucia.